Entendendo taxas de rede

Para realizar transferências de Bitcoin é necessário o pagamento de uma taxa de transferência que varia de acordo com a quantidade de transações pendentes na rede. 

Vamos dar um passo atrás para entender a necessidade do pagamento destas taxas de rede. 

As transações são compiladas em blocos para serem registradas na Blockchain. Pode-se realizar uma analogia como a Blockchain do Bitcoin sendo um livro caixa, no qual cada página é um bloco de transações e cada linha uma transação a ser registrada neste livro imutável. Assim como cada página tem um espaço limitado para registro de informações, cada bloco também tem um tamanho limitado, sendo que as transações que têm preferência são as que pagam mais taxas. 

O tempo médio para registro de cada bloco na rede é 10 minutos. O estado atual da rede e as taxas recomendadas a serem utilizadas para envio de suas frações de Bitcoin podem ser conferidas em https://mempool.space/

Os mineradores, responsáveis por registrar os blocos na rede, competem entre si pelo direito de registro e, quando conseguem este direito, recebem as taxas pagas pelas transações além da recompensa fixa de mineração do bloco. Então, para maximizar seus ganhos, selecionam as transações que pagaram as maiores taxas.

Desta forma, a taxa a ser selecionada para envio do Bitcoin depende da urgência da transação: se não houver pressa do destinatário, pode ser utilizada uma taxa de baixa prioridade, ou se houver pressa na consolidação da transação, utiliza-se a taxa prioritária recomendada.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *