Entendendo taxas de rede

Para realizar transferências de Bitcoin é necessário o pagamento de uma taxa de transferência que varia de acordo com a quantidade de transações pendentes na rede. 

Vamos dar um passo atrás para entender a necessidade do pagamento destas taxas de rede. 

As transações são compiladas em blocos para serem registradas na Blockchain. Pode-se realizar uma analogia como a Blockchain do Bitcoin sendo um livro caixa, no qual cada página é um bloco de transações e cada linha uma transação a ser registrada neste livro imutável. Assim como cada página tem um espaço limitado para registro de informações, cada bloco também tem um tamanho limitado, sendo que as transações que têm preferência são as que pagam mais taxas. 

O tempo médio para registro de cada bloco na rede é 10 minutos. O estado atual da rede e as taxas recomendadas a serem utilizadas para envio de suas frações de Bitcoin podem ser conferidas em https://mempool.space/

Os mineradores, responsáveis por registrar os blocos na rede, competem entre si pelo direito de registro e, quando conseguem este direito, recebem as taxas pagas pelas transações além da recompensa fixa de mineração do bloco. Então, para maximizar seus ganhos, selecionam as transações que pagaram as maiores taxas.

Desta forma, a taxa a ser selecionada para envio do Bitcoin depende da urgência da transação: se não houver pressa do destinatário, pode ser utilizada uma taxa de baixa prioridade, ou se houver pressa na consolidação da transação, utiliza-se a taxa prioritária recomendada.

Read more...

Bitcoin para iniciantes

Com certeza você já deve ter ouvido falar em Bitcoin em algum momento nos últimos anos. A FORT Exchange está aqui para descomplicar e desmistificar o funcionamento dessa criptomoeda que a cada dia ganha mais mercado.

O Bitcoin é a primeira criptomoeda criada por um pseudônimo “Satoshi Nakamoto” o qual especula-se que seja um grupo de programadores no ano de 2009. A moeda funciona graças à tecnologia Blockchain, que em tradução livre significa Cadeia de Blocos. 

A criptomoeda é descentralizada, ou seja, nenhum banco ou governo tem o poder de movimentar ou bloquear os seus ativos pois você é o responsável por guardar seus próprios fundos. A ideia principal do Bitcoin é que ele seja ponto-a-ponto como meio de transferência de valores sem intermediários.

Além de pagamentos, o Bitcoin é utilizado também como meio de especulação. Neste caso, compra-se a moeda ou fração da moeda e espera-se a sua valorização para venda com lucro. Neste tipo de operação há o risco também de que a cotação da moeda caia, fazendo que sua posição em reais reduza. A especulação é exemplificada abaixo:

Marcos compra 0,1 BTC na cotação de 50 mil reais e após a alta do Bitcoin vende esta fração de 0,1 na cotação de 90 mil reais, realizando um lucro de 4 mil reais na operação.

O Bitcoin também pode ser utilizado como reserva de valor, ou seja, como uma proteção contra a desvalorização de moeda fiduciária (Reais, Dólares, Euro) de forma similar à compra de ouro e com maior liquidez e facilidade de armazenamento.

Antes de comprar suas primeiras frações em criptomoedas, entenda sobre os riscos, pesquise, assista vídeos no Youtube e quando sentir segurança, negocie com a FORT Exchange. Conte com todo o suporte da FORT para que sua experiência seja a melhor possível neste mercado.

Read more...